Dicas Compumake: O que acontece com os arquivos depois de serem deletados do computador?

Como ficam as tendência para o mercado de TI para os próximos anos?
22

jun 2022

Por:Henrique Guimarães
Dicas | Dicas Técnicas | Equipamentos | Geral | Mundo | Notícias

Nossos computadores funcionam de maneira semelhante ao cérebro humano. Se tivermos muitas informações, podemos achar difícil processar tudo o que está acontecendo ou simplesmente optar por não manter dados que não achamos importantes para nossas vidas.

Portanto, no caso dos PCs, a ideia precisa ser a mesma e é preciso deletar o excesso de arquivos ou os itens indesejados para que tudo volte a operar nos conformes. Porém, o que acontece com um arquivo do nosso computador depois que clicamos na opção “excluir”?

Indo para a lixeira

Quando clicamos para excluir um arquivo pela primeira vez, ele é enviado para a lixeira do computador. O ícone dessa ferramenta é uma lata de lixo como as que temos dentro de casa e, geralmente, pode ser facilmente encontrado na área de trabalho do seu PC.

Quando a lixeira contém algum arquivo, o ícone muda para indicar que o usuário possui certos itens que podem ser recuperados caso seja necessário. Posteriormente, você pode entrar na lixeira para esvaziá-la de uma vez por todas e acabar com qualquer resquício do arquivo que foi excluído antigamente.

Entretanto, por que é que os nossos computadores não deletam os arquivos indesejados de uma vez por todas sem precisar de uma repetição de processos? O motivo é simples. Para um computador, apenas remover a referência de um arquivo nos sistemas de buscas é muito mais rápido do que instruir o disco rígido a substituí-lo por outros dados. Além disso, essa é uma forma de dupla verificação para que você não se arrependa do que excluiu.

Excluído definitivamente

Quando a lixeira é esvaziada e o computador exclui o arquivo de uma vez por todas, isso significa que ele está trabalhando para remover qualquer referência ao item no disco rígido. Depois que essas informações foram deletadas da máquina, não será mais possível ver o arquivo ou recuperá-lo.

O espaço que antes era destinado para esse arquivo no disco rígido deixa de existir e fica aberto para receber novos itens. Isso também significa que o arquivo original deixa de ser legível pelo computador, mas só terá todos os rastros finalmente deletados quando outro arquivo for salvo no seu local.

Como o arquivo está tecnicamente lá, ele pode ser recuperado usando um software de recuperação de dados para reconstruir seu cabeçalho. Porém, como dito anteriormente, isso só será possível se nenhum outro dado tiver substituído essa pasta no sistema operacional.

Se você deseja se certificar que o seu arquivo excluído não poderá ser resgatado de maneira alguma é a chamada “formatação de baixo nível”. Essa técnica preenche as linhas de código do disco rígido com vários zeros. Quando o espaço do arquivo excluído é tomado por essa enxurrada de zeros, não há mais saída para recuperá-lo e torná-lo legível para o computador.

via: https://www.megacurioso.com.br/ciencia/122221-o-que-acontece-com-os-arquivos-depois-de-serem-deletados-do-pc.htm

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

R. Rio Grande do Sul, 1040 - Lourdes, Belo Horizonte - MG, 30170-111

(31) 3335-3000 | (31) 98466-1555 | (31) 98466-1567

(31) 98466-1555 e (31) 98466-1567

aluguel@compumake.com.br