Como saber o quanto de energia (Watts) o computador está consumindo?

Computador é capaz de ler cérebro e antecipar ações de uma pessoa
05

abr 2022

Por:Henrique Guimarães
Desktops | Dicas | Geral | Notebooks | Notícias | Novidades | Tecnologia

Muitas pessoas têm o hábito de deixar o computador ligado por longos períodos. Apesar de conveniente, deixar a sua máquina ligada durante a madrugada para não ter de lidar com a inicialização do sistema na manhã seguinte pode custar caro na hora de pagar a conta de energia.

Obviamente, de acordo com o aparelho, o consumo também é diferente: no caso dos notebook, eles possuem um consumo de energia menor, isto porque, além de manter o computador funcionando há o monitor, sendo duas fontes utilizando a energia.

Quanto de energia consome um computador?

Uma CPU consome cerca de 130W por mês apenas no seu gabinete. Já os monitores de LED, por exemplo, consomem 80W, em média. Porém, lembre-se: cada componente da sua máquina irá gastar uma quantidade diferente de energia; além disso, eles variam conforme o fabricante e suas especificações. Via de regra, quanto mais esse componente exige refrigeração, mais ele demanda energia.

Já um notebook depende do conjunto, tendo acoplados no mesmo equipamento o monitor e sua bateria interna. Quando ele está conectado ao seu carregador, o consumo gira em torno de 65W.

Por exemplo: digamos que um computador opera a 0,18 watts/hora e que ele permanece ligado 24 horas/por dia ao longo de um ano todo. Sendo assim, temos a seguinte equação:

Consumo = (0,18 watts/hora x 24 horas x 30 dias) / 1.000 = 0,13kW/h mensais

Agora basta multiplicar esse valor pelo total de meses do ano (12) e o valor do kW/h cobrado pela companhia fornecedora de energia da sua região – o que pode ser encontrado na sua conta de energia – para saber quanto você pagou para manter o PC ligado 24/7.

É importante ressaltar que o valor é apenas uma estimativa e pode variar tanto para mais quanto para menos, dependendo de quanto seu computador consome de energia, quanto tempo você o deixa ligado e quanto é cobrado pelo kW/h conforme a bandeira tarifária da distribuidora de energia concessionada na sua região.

Desligue o monitor

Outra dica básica, mas que faz uma diferença absurda no fim das contas é deixar o computador no modo suspensão, que desliga o display automaticamente. Ah, e não se esqueça: os protetores de tela não reduzem em nada o consumo de energia, então não há razão para utilizá-los.

Modo Economia de Energia

Se você utiliza Windows 10 no seu notebook, entre no menu “Iniciar” e vá até as “Configurações” . Na próxima tela, seleciona a opção “Sistema” e depois “Economia de bateria”. Assim, quando a bateria do seu notebook estiver em uma determinada porcentagem, que pode ser escolhida por você, o notebook desativará todos os recursos que consumam bastante energia, fazendo com que a sua máquina demore mais tempo para precisar ser recarregada.

Atualize seu disco rígido

Pode parecer besteira, mas os discos rígidos tradicionais consomem mais energia que os SSDs, sendo estes últimos mais rápidos e econômicos.

Opte por placas de vídeo onboard

Obviamente, esta dica só é válida para aqueles que não têm um computador cujo fim é jogar videogames. Se mesmo assim você precisa ter um computador com placa de vídeo externa, mas que não será utilizado para rodar os jogos mais recentes, então considere adquirir uma GPU mais modesta e que consuma menos energia.

Atualize seu hardware

Caso tenha um computador muito antigo ou algumas peças velhas de guerra que ainda estão em funcionamento, talvez seja bom considerar trocá-los. Computadores e componentes novos não só são mais rápidos, como também são economizam energia.

Ajuste as opções de energia

No Windows, acesse o Painel de Controle e procure por Vídeo e Proteção de Tela. Lá, você verá várias configurações relacionadas à eficiência energética da sua máquina, incluindo como e quando o computador deve entrar em suspensão.

Novos monitores

Se você precisa utilizar duas telas ou de um novo monitor, ao adquirir prefira sempre os de cristal líquido (LCD) por consumirem menos energia.

Dependendo de quão poderoso e quanto você usa seu computador na atualidade, adotar algumas dessas dicas pode lhe ajudar a reduzir algumas centenas de reais na conta de energia no final do ano.

Lembre-se que tudo depende do quão disposto você está a mudar seus hábitos – e, de quebra, você ainda ajuda o meio ambiente.

Qual estratégia você está disposto a adotar para reduzir o consumo de energia pelo seu computador? Então deixe sua dica e sugestão nos comentários aqui embaixo.

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

R. Rio Grande do Sul, 1040 - Lourdes, Belo Horizonte - MG, 30170-111

(31) 3335-3000 | (31) 98432-1954 | (31) 98466-1567

(31) 98432-1954 e (31) 98466-1567

aluguel@compumake.com.br